Pular para o conteúdo

Batalha de Ia Drang (1965)

Prof. Dr. Ricardo Pereira Cabral

Introdução

No início de 1965, a maior parte da área rural do Vietnã do sul estava sob influência dos Vietcongues (VC), com apoio do Exército do Povo do Vietnã. A região do Planalto Central do Vietnã localizado a nordeste de Saigon, estava sob o controle dos VC e EPV que estavam montando uma infraestrutura militar. Os comunistas conheciam bem a região, pois operaram na área contra os franceses na Guerra da Indochina (1946-1954). Naquela conjuntura, as estradas estavam sob o controle do VC e EPV que realizaram uma série de ataques visando obter o controle total da região. O Exército Sul Vietnamita tinha na cidade de Pleiku era o local do quartel-general do II Corpo do Vietnã do Sul, comandado pelo general Vinh Loc, que tinha à sua disposição nove batalhões sul-vietnamitas: quatro Rangers, três Aerotransportados e dois Fuzileiros Navais. O QG e essas unidades eram os principais alvos do VC e do EPV.

O comando dos EUA viu essa uma oportunidade para testar novas táticas de mobilidade aérea (assalto aeromóvel). A mobilidade aérea exigia que forças do tamanho de um batalhão fossem desembarcadas, supridas e extraídas de uma área de ação usando helicópteros. Como as armas pesadas de uma força normal de armas combinadas não podiam seguir, a infantaria seria apoiada pelo fogo aéreo aproximado, artilharia e foguetes, coordenados à distância e dirigidos por observadores locais.

Dentro desse contexto a 1ª Divisão de Cavalaria Aérea recebeu a missão de realizar um reconhecimento em força a partir de um assalto aeromóvel à região próxima ao sopé do Chu Pongs. A fim de cumprir a missão foi designada a 3ª Brigada, comandada pelo Coronel Thomas W Brown, que por sua vez empenhou o 1º Batalhão do 7º Regimento, comandado pelo Tenente-Coronel Hal Moore, para realizar o assalto aeromóvel, utilizando a zona de pouso de helicóptero (ZPH)  X-Ray.

Antecedentes

A Batalha de Ia Drang ocorreu em duas fases, uma no dia 14 de novembro de 1965 e a outra no dia 18 de novembro. Estiveram envolvidos o 1º e o 2º Batalhões do 7º Regimento de Cavalaria e 2º batalhão do 5º Regimento de Cavalaria, ambos da 1ª Divisão de Cavalaria Aeromóvel, duas baterias do 1º Batalhão do 21º Batalhão de Artilharia e o 229º Batalhão de Helicópteros de Assalto contra o 1º e o 5º Batalhão do 33º Regimento e o 7º, 8º e 9º Batalhão do 66º Regimento batalhões do Exército do Povo do Vietnã (EPV – Vietnã do Norte) e contingentes dos Vietcongs (VC – guerrilheiros do Vietnã do Sul).

Os norte-americanos fizeram o primeiro grande assalto aeromóvel e pela primeira vez utilizaram bombardeiros B-52 Stratofortress em apoio tático. Além de caças e helicópteros em apoio de fogo tático as unidades norte-americanas cercadas pelos EPV e os VC.

Em 14 de novembro de 1965, ocorreu o primeiro engajamento na ZPH Raio-X, com o 1º Batalhão do 7 Regimento de Cavalaria, sob o comando do TC Hal Moore, a batalha se estendeu até o dia 16 de novembro.

Em 17 de novembro de 1965, começou o segundo engajamento na ZPH Albany, quando 2º Batalhão do 7 Regimento de Cavalaria, sob o comando do Tenente-Coronel Robert McDade, foi emboscado pelo EPV e os VC. Nesta ação, as forças comunistas mantiveram suas linha de contato bem próximas a fim de evitar o apoio de fogo norte-americano.

O 1º Batalhão/7ª Cavalaria, comandado pelo TC Hal Moore, recebeu a missão do comando da 1ª Divisão de Cavalaria Aeromóvel de realizar um reconhecimento em força na área da Montanha Chu Pong a fim de estabelecer contato com as tropas do EPV e VCs na região.

A ZPH escolhida era pequena para um batalhão, pois tinha o tamanho de um campo de futebol, era rodeada de árvores pequenas e cercada pelo leito de riacho seco. Devido a limitação da ZPH, as companhia tiveram que ser transportadas uma de cada vez, o que deixava as tropas vulneráveis aos fogos das forças comunistas. A viagem da base até a ZPH levava em torno de 30 min.

Vamos apresentar abaixo, de forma resumida, a batalha.

https://thewarhorse.org/a-long-awaited-reunion/

A batalha

Inicialmente mantendo suas forças na ZPH, O TC Moore logo começou a enviar patrulhas de combate para reconhecer o terreno ao redor, enquanto esperava que o restante da unidade chegasse. Por volta dàs 12 h, o inimigo foi localizado pela primeira vez a noroeste do leito do riacho seco. Pouco depois, o Capitão Herren, Comandante da Companhia Charlie, ordenou que seus 1º e 2º Pelotões avançassem naquela direção. Encontrando forte resistência inimiga, o 1º Pelotão foi detido, embora o 2º Pelotão tenha prosseguido e perseguido um esquadrão inimigo. No processo, o pelotão, liderado pelo tenente Henry Herrick, se separou e logo foi cercado por forças norte-vietnamitas. No tiroteio que se seguiu, Herrick foi morto e o sargento Ernie Savage assumiu o comando do pelotão.

À medida que o dia avançava, os homens de Moore conseguiram defender, com sucesso, suas posições no leito do riacho, bem como repeliram os ataques vindos do sul, enquanto aguardavam a chegada do restante do batalhão. Por volta dàs 15 h, a última companhia chegou e Moore estabeleceu um perímetro de defesa ao redor da ZPH. Ansioso para resgatar o pelotão cercado, às 15h45 h Moore enviou as companhias Alpha e Bravo. Esse esforço conseguiu avançar cerca de 75 jardas a partir do leito do riacho antes que o fogo inimigo os detivesse. No ataque, o tenente Walter Marm ganhou a Medalha de Honra quando, sozinho, capturou uma posição de metralhadora inimiga.

https://www.wikiwand.com/pt/Batalha_de_Ia_Drang

Por volta das 17 h, Moore foi reforçado pelos elementos da Companhia Bravo do 7º Regimento. Os norte-americanos cavaram trincheiras para passar a noite, já os norte-vietnamitas sondaram suas linhas e realizaram três assaltos contra o pelotão cercado. Embora sob forte pressão, os homens de Savage os repeliram. Por volta dàs 6 h, de 15 de novembro, os norte-vietnamitas lançaram um grande ataque contra o pelotão que estava defendendo o perímetro da Companhia Charlie. Chamando o apoio de fogo, os norte-americanos pressionados voltaram ao ataque, mas sofreram perdas significativas no processo. Por volta dàs 8 h, os norte-vietnamitas e o VC iniciaram um ataque vindo de três direções contra à posição de Moore.

Com os combates se intensificando e a linha da Companhia Charlie oscilando, o apoio aéreo foi chamado para deter o avanço norte-vietnamita e infligiram grandes perdas ao inimigo, embora um incidente de fogo amigo tenha levado que algumas bombas de napalms atingissem as linhas norte-americanas. Por volta das 9 h, reforços adicionais do 2º Batalhão do 7º Regimento chegaram e começaram a reforçar as linhas da Companhia Charlie. Às 10 h, os norte-vietnamitas começaram a se retirar. Com combates furiosos acontecendo na ZPH X-Ray, o Coronel Brown despachou o 2º Batalhão do 5º Regimento, comandado pelo tenente-coronel Bob Tully para ZPH Victor, localizada a aproximadamente 2,2 milhas a leste-sudeste.

Movendo-se por terra, o 2ª Batalhão alcançou a ZPH X-Ray por volta dàs 12 h, reforçando as forças de Moore. Saindo do perímetro, Moore e Tully começaram por resgatar o pelotão cercado, desde a tarde do dia anterior. Naquela noite, as forças norte-vietnamitas assediaram as linhas americanas e, em seguida, lançaram um grande ataque por volta das 4 h. Com a ajuda de artilharia, os quatro assaltos foram repelidos ao longo da manhã. No meio da manhã, o restante do  2º Batalhão do 7º Regimento e 2º Batalhão do 5º Regimento chegaram à X-Ray. Com os norte-americanos reforçados em campo e tendo sofrido pesadas baixas, os norte-vietnamitas e o VC começaram a se retirar.

https://warfarehistorynetwork.com/2019/12/10/bloody-clash-at-the-battle-of-ia-drang/

Emboscada na ZPH Albany

Naquela tarde, o 1º Batalhão, de Hal Moore, deixou o campo de batalha. Ouvindo relatos de que unidades inimigas estavam se movendo para a área e vendo que pouco mais poderia ser feito em Raio-X. Já Brown desejou retirar o restante de seus homens. Isso foi vetado pelo General Westmoreland, que desejava evitar a aparência de uma retirada. Como resultado, Tully recebeu ordens de se deslocar com 2º Batalhão do 5º Regimento para nordeste para a ZPH Columbus, enquanto o tenente-coronel Robert McDade deveria levar o 2º Batalhão do 7º Regimento para ZPH Albany, situada no norte-nordeste. Durante o deslocamento um B-52 Stratofortresses foi designado para atacar o Chu Pong Massif, dando cobertura ao deslocamento das unidades

Enquanto o Batalhão de Tully fez o deslocamento sem intercorrências para a ZPH Colombus, as tropas de McDade estabeleceram contato com elementos dos 33º e 66º Regimentos do EPV. Essas ações culminaram em uma emboscada devastadora nas proximidades da ZPH Albany. As tropas do EPV atacarem e dividiram as subunidades de McDade em grupos menores. Sob forte pressão e sofrendo grandes perdas, o comando de McDade logo foi auxiliado pelo apoio aéreo e elementos do 2º Batalhão do 5º Regimento que marchavam de Colombus. No final da tarde, reforços adicionais foram enviados e a posição norte-americana se sustentou durante a noite. Na manhã seguinte, grande parte do inimigo recuou. Depois de lançar patrulhas na área em busca de vítimas, mortos ou inimigos, os norte-americanos partiram para ZPH Crooks no dia seguinte e de lá para a base.

Consequências

Ia Drang foi a primeira grande batalha envolvendo forças terrestres dos EUA. Os norte-americanos tiveram 96 mortos e 121 feridos, em Raio-X, e 155 mortos e 124 feridos em Albany. As estimativas para as perdas norte-vietnamitas são de cerca de 800 mortos em raios-X e um mínimo de 403 mortos em Albany. Por suas ações na defesa do X-Ray, Moore recebeu a medalha Distinguished Service Cross.

TC Hal Moore
https://warfarehistorynetwork.com/2019/12/10/bloody-clash-at-the-battle-of-ia-drang/

Os pilotos major Bruce Crandall e o capitão Ed Freeman foram mais tarde (2007) agraciados com a Medalha de Honra por fazer voos voluntários sob fogo pesado de e para X-Ray. Durante esses voos, eles entregaram suprimentos muito necessários enquanto evacuavam soldados feridos. A luta em Ia Drang deu o tom do conflito, pois as forças norte-americanas continuaram a depender da mobilidade aérea e do apoio de fogoo para alcançar a vitória. Por outro lado, os norte-vietnamitas aprenderam que este último poderia ser neutralizado aproximando-se rapidamente do inimigo e lutando de perto.

Imagem de Destaque: https://warfarehistorynetwork.com/2019/12/10/bloody-clash-at-the-battle-of-ia-drang/

Fontes:

https://www.history.com/this-day-in-history/major-battle-erupts-in-the-ia-drang-valley

The Battle of Ia Drang Valley

Hickman, Kennedy. “Vietnam War: Battle of Ia Drang.” ThoughtCo, Aug. 28, 2020, thoughtco.com/vietnam-war-battle-of-ia-drang-2361340, disponível no sítio eletrônico: https://www.thoughtco.com/vietnam-war-battle-of-ia-drang-2361340. Acessado em: 22/05/2022.

MISKIMON, Christopher. Bloody clash at the Battle os Ia Drang. https://warfarehistorynetwork.com/2019/12/10/bloody-clash-at-the-battle-of-ia-drang/ . Acessado em 24/05/2022.

MOORE,Harold G.; GALLOWAY, Joseph L. We Were Soldiers Once…and Young: Ia Drang – the Battle That Changed the War in Vietnam. New York: Presidio Press, 2004.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.