Início » Artigos » Batalha de Midway » Batalha de Midway: visão de John Keegan

Batalha de Midway: visão de John Keegan

Prof. Dr. Thiago da Silva Pacheco

A Batalha de Midway foi um dos confrontos mais importantes da Segunda Guerra Mundial, e momento decisivo para a derrota do Japão no Pacífico.

Como a marinha japonesa tinha mais recursos e maior experiência, tem sido ponto comum atribuir a vitoria americana ao trabalho de Inteligência, já que os americanos decifraram os códigos de comunicação nipônicos.

Mas John Keegan discorda. A vitória no campo da criptoanálise foi tão importante como impressionante, mas não foi o fato decisivo. No livro “Inteligência na Guerra”, Keegan argumenta acerca da indecisão, dos equivocos e da falta de experiência com porta-aviões do almirante Nagumo. Este, confuso se preparava suas aeronaves para atacar a ilha ou os navios americanos (o real objetivo da Batalha!), tornou os porta-aviões japoneses alvos fáceis.

Além disso, um golpe de sorte levou um esquadrão de Bombadeiros americanos a avistar a frota japonesa, antes de desistirem do ataque e retornarem.

Mesmo sabendo o dia, a hora e quais equipamentos dispunha o inimigo, os primeiros ataques contra os japoneses resultaram num massacre para as aeronaves americanas. Para Keegan, foi a sorte e a intuição do comando estadunidense, e o despreparo do almirante Japonês, que decidiram a batalha. Não a Inteligência.

Qual a opinião do prezado leitor?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *