Início » Artigos » Aquitânia » Eduardo de Woodstock, o Príncipe Negro

Eduardo de Woodstock, o Príncipe Negro

Prof. Dr. Ricardo Pereira Cabral

Eduardo de Woodstock (1330-1376), Príncipe de Gales (1343) e Aquitânia (1362) herdeiro de Eduardo III, da Inglaterra, foi um dos grandes guerreiro e estrategistas de seu tempo. Lutou com grande distinção e foi comandante de tropas inglesas nas Batalhas de Crécy (1346), sob comando geral de seu pai Eduardo III e onde ganhou suas esporas de cavaleiro por sua bravura em combate, a tomada de Calais (1347); na Batalha de Poitiers (1356) onde capturou o rei francês João II, e na Batalha de Nejara (1367), na Espanha, onde capturou o nobre e rival pelo título de melhor cavaleiro Bertrand du Guesclin (1320-1380).Seu cognome vinha do fato de sua armadura ser toda negra, sua dureza contra os inimigos (em batalha), a estratégia de terra arrasada que utilizava contra os franceses e os altos impostos que cobrava em suas terras na França, além de ter promovido um massacre de rivais e de traidores em Limonges (1370), acontecimento que hoje é contestado, mas que a monarquia francesa usou para difamá-lo junto à população. Apesar da má fama era generoso com seus leais seguidores e amigos, cavalheiresco e piedoso com os derrotados como foi demonstrado em várias oportunidades. 

O Príncipe Negro era adepto de tropas leves e móveis, de rigorosa disciplina, empregava arqueiros dotados com o famoso arco longo inglês e canhões com maestria, demonstrando ser um grande tático. Como líder militar era audacioso, agressivo, lutava com grande ardor e coragem, se distinguindo pela bravura pessoal. Além disso, foi o fundador da Ordem da Jarreteira (1348) criada por seu pai o rei Eduardo III.

Eduardo de Woodstock acumulou ao longo da sua carreira militar vários problemas de saúde, além de ter contraído malária na França ou na Espanha. O Príncipe Negro morreu em 1376, provavelmente, de disenteria, sem ter assumido o trono.

Quer saber mais sobre a Idade Média, leia o post sobre William Marshall, você pode navegar por este link, no nome do texto ou pelas categorias do site

 

1 comentário em “Eduardo de Woodstock, o Príncipe Negro”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *