Pular para o conteúdo

Os Templários

A ordem dos Cavaleiros Templários foi formada c. 1119 EC, quando um grupo de cavaleiros jurou defender os peregrinos cristãos em Jerusalém e na Terra Santa. Oficialmente reconhecido como uma ordem pelo Papa Honório II, os Templários foram inicialmente considerados um ramo dos Cistercienses. ⁣ Em 1145 EC, os cavaleiros da ordem receberam permissão para usar o manto com capuz branco, e logo adotaram seu manto branco distinto e começaram a usar a insígnia de uma cruz vermelha em um fundo branco. A cruz vermelha também apareceu na libré dos cavalos e na flâmula da ordem. ⁣Recrutas vieram de toda a Europa Ocidental, especialmente da França. Eles foram motivados por um senso de dever religioso de defender o cristianismo e a Terra Santa e seus locais sagrados, como penitência pelos pecados cometidos, para garantir a entrada no céu e outras razões terrenas. Os recrutas tinham que ser homens livres de nascimento legítimo e, se desejassem se tornar cavaleiros, deveriam, a partir do século XIII d.C, ser descendentes de cavaleiros. ⁣ Não havia impedimento à luta pela doutrina religiosa, desde que a causa fosse justa – sendo a defesa da Terra Santa uma – e assim a ordem recebeu o apoio oficial da Igreja. Os cavaleiros faziam votos ao entrar na ordem, assim como nos mosteiros. ⁣ Os cavaleiros eram um elemento importante e de elite dos exércitos cruzados e passaram a controlar castelos e terras no Levante e em toda a Europa. Acusada de heresia, corrupção e práticas proibidas, a ordem foi atacada na França pelo rei Filipe IV na sexta-feira, 13 de outubro de 1307 d.C. e depois dissolvida oficialmente pelo papa Clemente V em 1312 d.C.

Fonte e Adaptação:

https://www.instagram.com/p/CEZr7SMHAGO/

READ  Eduardo de Woodstock, o Príncipe Negro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.