Pular para o conteúdo

Primeira Batalha do Cabo Finisterra

Prof. Dr. Ricardo Pereira Cabral

Em 14 de maio de 1747, ocorreu na costa da Galiza, no noroeste da Espanha, a 1ª Batalha do Cabo Finisterra, durante a Guerra da Sucessão Austríaca (1700-1715). A esquadra britânica era composto por 14 navios de linha e 1 fragata, sob o comando do almirante George Anson, abateram os 4 navios de linha, 6 fragatas e 4 corvetas, que estavam sob o comando do almirante Jacques-Pierre de la Jonquière.

A esquadra do almirante Jonquière escoltava cerca de 30-40 navios mercantes carregando homens e suprimentos para o Canadá. Anson navegou a partir de Plymouth para interceptá-lo. Em 14 de maio, Anson avistou a esquadra francesa a 20 léguas, a sudoeste do Cabo Finisterra, no litoral da Galiza. La Jonquiere então fez com que doze de seus melhores navios encurtassem as velas e formassem uma linha de batalha à frente, enquanto o resto dos navios se estendia para o oeste e lotava todos os pontos possíveis de lona. Ao avistar a linha francesa Anson também fez sinal para uma linha de batalha, acreditando que estava na presença de um esquadrão mais formidável do que realmente estava diante dele. Mas por insistência do contra-almirante Peter Warren, a bordo da HMS Devonshire, 66 canhões,  ele substituiu o sinal por uma perseguição geral.

Às 13:00, a esquadra do almirante Anson encurtou a distância, mas como descrevemos acima, se dirigiu para os mercadores. Jonquière o perseguiu e o inteceptou às 16:00, forçando a batalha. A HMS Centurion, 50 canhões, a todo pano, foi o primeiro a chegar no navio francês mais recuado, e o atacou duramente, outros dois navios britânicos navios caíram à retaguarda em seu apoio. A batalha tornou-se geral quando mais três navios britânicos, incluindo a HMS Devonshire,  66 canhões, surgiram e começaram a engajar pelo fogo os navios franceses. Os navios da esquadra de Jonquière menos potentes e em menor número, foram valente e lutaram com galhardia, mas acabaram por se renderam um a um..

https://militarymaps.rct.uk/war-of-the-austrian-succession-1740-8/naval-battle-at-cape-finisterre-1747

A Rubis, de 52 canhões, lutou contra o HMS Pembroke e a HMS Nottingham, ambas de 60 canhões, até quase ser destruída. A Gloire, de 40 canhões, lutou contra a HMS Prince George, de 90 canhões, nau capitânia de Anson, a HMS Windsor, de 60 canhões, e a HMS Bristol, de 50 canhões, lutaram por 3 horas, cedendo apenas depois de esgotar as munições. A Diamant, de 30 canhões, resistiu a 4 navios britânicos até ser completamente destruído. Ela afundou depois. A Sérieux, de 64 canhões, nau capitânea de Jonquière, lutou contra o HMS Namur, de 74 canhões, HMS Devonshire, de 66 canhões, e HMS Falkland, de 50 canhões, por 3 horas. A Sérieux perdeu todos os seus mastros e tomou 9 pés de água no porão antes que um Jonquière gravemente ferido se rendesse.

Às 19:00 h parecia que a batalha tinha acabado, mas não para a Invincible, de 74 canhões, que angajou a esquadra de Anson por 8 horas até que, com um porão inundado, sem mastros e com sua tripulação quase morta ou ferida e suas munições esgotadas, acabaram se rendendo e foi capturada. O capitão Jacques-François Grout, em desespero, quase disparou seus talheres em um último golpe.

https://thereaderwiki.com/en/HMS_Intrepid_(1747)

Anson perdeu 520 mortos/feridos. Jonquière perdeu 800 mortos/feridos, 3.000 foram aprisionados, 4 navios de linha, 4 fragatas, 4 corvetas e 6 mercantes foram capturados. Cerca de £ 300.000 foi encontrado em seus navios. Apenas 2 fragatas, a Emeraude, de 40 canhões, e a Chimère, de 36 canhões, escaparam. Um capitão britânico elogiou os franceses, dizendo: “Nunca vi conduta melhor do que a do comodoro francês; para dizer a verdade, todos os oficiais desta nação mostraram grande coragem; nenhum deles se rendeu até que fosse absolutamente impossível para eles manobrar.” Sua conduta galante permitiu que a maioria dos mercadores escapassem. Eles cumpriram seu dever.

Imagem de Destaque: “Vice Admiral Sir George Anson’s Victory off Cape Finisterre”, by the British painter Samuel Scott, dated 1749. Oil on canvas, 40 inches x 71 inches (101.6 cm x 180.3 cm). Courtesy of the Paul Mellon Collection, Yale Center for British Art, Yale University, New Haven, Connecticut. – https://en.wikipedia.org/wiki/First_Battle_of_Cape_Finisterre_(1747)#/media/File:Vice_Admiral_Sir_George_Anson’s_Victory_off_Cape_Finisterre_by_Samuel_Scott_1749.jpg

Fontes

https://en.wikipedia.org/wiki/First_Battle_of_Cape_Finisterre_(1747)

https://www.facebook.com/photo?fbid=10158799098141367&set=gm.1335225090303993

https://militarymaps.rct.uk/war-of-the-austrian-succession-1740-8/naval-battle-at-cape-finisterre-1747

https://threedecks.org/index.php?display_type=show_battle&id=116

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.