Início » Artigos » Batalha de Mogadíscio » Batalha de Mogadíscio

Batalha de Mogadíscio

Prof. Esp. Pedro Silva Drummond

A Batalha de Mogadíscio aconteceu no início da década de 1990, mas exatamente em 1993, poucos anos após a queda do Muro de Berlim, da URSS e da Guerra do Golfo.

Geograficamente, Mogadíscio é a capital da Somália, e banhada pelo Oceano Índico e o Mar Vermelho. A Somália tem uma importância geoestratégica, devido sua proximidade com o Oriente Médio, e consequentemente com os maiores produtores de Petróleo do Mundo.

Na década de 1960, a Somália conquistou sua Independência, e como muitos países africanos após obter sua autonomia, se encontravam em uma disputa interna, a Nação era dividida em diversos Clãs. Dez anos após a Independência, o País sofreu um Golpe de Estado, e chegou ao poder Mohamed Siad Barre, em 1969, que governou o País até 1991.

Com a saída de Barre do poder, teve início uma Guerra Civil entre os integrantes de Clãs. Durante esse período a ONU enviou diversas ajudas humanitárias, entretanto, a população ainda passava por condições precárias, o alcance da ajuda era pequeno.

O conflito nas ruas de Mogadíscio teve início quando os líderes dos Clãs iniciaram um movimento contra as forças da ONU, que tinham criado a UNITAF, uma aliança militar internacional, sob a liderança dos EUA. A resposta dos somalis a UNITAF foi uma emboscada as Forças Paquistanesas que estavam na região. Esse acontecimento possibilitou a aprovação por parte do Conselho de Segurança da ONU, do uso dos meios necessários para a captura dos responsáveis ao ataque.

No dia 03 de Outubro de 1993, após a descoberta que haveria uma reunião com os subcomandantes do General Aidid, um dos principais responsáveis pela emboscada as Forças Paquistanesas, os EUA iniciaram uma operação composta pelas Forças Delta e Unidades Ranger para a captura desse grupo.

Inicialmente, a operação foi bem sucedida, o grupo aliado de Aidid foi capturado, mas durante a retirada as forças dos EUA tiveram um ataque inesperado dentro das ruas de Mogadíscio, todos os integrantes da Operação foram atacados, incluindo os helicópteros Sea Hawk, que acabaram sendo abatidos pelos RPGs. Após horas de conflitos com os somalis pelas ruas da cidade, foram enviados pela ONU tropas paquistanesas e malaias, para resgatarem as tropas que tinham iniciado a missão. O acontecimento nas ruas de Mogadíscio resultou, na retirada das tropas norte-americanas da região.

Quer saber mais sobre o Tempo Presente, leia o artigo sobre Os Estados Unidos e as guerras do Vietnã, Afeganistão e Iraque: uma perspectiva comparada, você pode navegar por este link, no nome do texto ou pelas categorias do site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *