Canhão de 88 mm Flak 18/36/37/41 e PAK 43

de

Prof. Dr. Ricardo Pereira Cabral

Flak que dizer Fl(ieger)a(bwehr)k(anone) quanto para Fl(ug)a(bwehr)K(anone) ou canhão antiaéreo, era uma peça de artilharia das Forças Armadas nazistas, durante a Segunda Guerra Mundial, usada para defesa antiaérea, quanto para canhão anti-carro.

O Flak tinha um calibre de 88 mm, disparando disparar projéteis explosivos de 10,4 kg e perfurante de 9,2 kg, atingia uma velocidade inicial de 820 m/s. Os canhões possuíam um mecanismo de carregamento semiautomático que permitia disparar de 15 a 20 projéteis por minuto. O seu alcance máximo em alvos em terra era de 14.8 km ou 8 km no ar. O sucesso do 88 mm levou a novas versões como o Flak 38/39 de 105 mm e o Flak 40 de 128 mm

A primeira versão anti-carro foi o PaK43 de 88 mm, conhecido como PanzerabwehrkanoneI. O canhão foi tão bem-sucedido que logo foi encomendada uma nova versão o Pak 43/41, que equipou blindados como o Tiger II, o Nashor e o Jadgpanther. Os alemães ainda produziram o Flak auf Sonderfahrgestell montado sobre o chassis do Panzerkampfwagen IV.

Ao longo da guerra foram produzidos mais de 26 mil canhões, sendo uma das armas mais letais do arsenal das forças nazistas.

Quer saber mais sobre a Segunda Guerra Mundial, entre nas categorias do site.

Marcadores:

Ricardo Cabral

Sobre o autor

Ricardo Cabral

Professor de História formado pela UGF. Mestrado e Doutorado em História pela UFRJ. Autor de artigos sobre História Militar e Geopolítica.

Deixe um comentário

Gostou dos artigos e postagens?

Quer escrever no site?

Consulte nossas Regras de Publicação e em seguida envie seu artigo.

Siga-nos nas Redes Sociais