Pular para o conteúdo

O surgimento da aviação de combate

Prof. Dr. Ricardo Pereira Cabral

O primeiro avião militar foi o Blériot XI, aeronave construída de madeira e tecido, com motor, de 25 hp, que lhe permitia voar a 75 km/h e alcançar até 1.000 metros de altitude.

O primeiro país a empregar o avião em missões militares foi a Itália na guerra contra o Império Otomano (1911-19112). O ataque ocorreu no dia 23 de outubro de 1911. O capitão Carlo Piazza, pilotando um Blériot XI, sobre o interior da região de Trípoli, atualmente na Líbia e que na época era território otomano, em missão de reconhecimento das posições inimigas.

Em 1º de novembro, a Itália realizou o primeiro bombardeiro aéreo. O tenente Giolio Gavotti, lançou pequenas bombas manualmente sobre tropas otomanas em Trípoli, a partir de um Taube, avião fabricado no Império Alemão. As bombas lançadas pelo italiano pesavam cerca de 1,5 kg e no Taube era possível carregar até quatro dessas bombas. O ataque era como o de uma granada de mão: o piloto puxava um pino (geralmente com a boca) e lançava a bomba em baixa altitude com uma mão para fora do avião, enquanto a outra permanecia no manche.

O Taube era feito de madeira e revestido de pano, podia voar a 400 m de altura. Era um avião frágil, mais adequado a missões de reconhecimento e treinamento de pilotos

Quer saber mais sobre Aviação, entre nas categorias do site.

READ  Batalha do Cabo de São Vicente

4 comentários em “O surgimento da aviação de combate”

  1. O registro história do emprego do avião em uma missão militar coube aos italianos. O interessante é que os norte-americanos reivindicam o pioneirismo em tudo que se refere a aviação, o que não corroborado por fontes, um caso clássico se refere aos irmãos Wilbur e Orville Wright, que reivindicavam terem sido os primeiros a construir e pilotar um avião, mas que não apresentaram provas e testemunhas creditiveis.

    1. As referências são essas:
      https://www.airway.com.br/quando-o-aviao-virou-arma/
      https://www2.fab.mil.br/unifa/images/revista/pdf/ed_31.pdf
      https://jornalempresasenegocios.com.br/especial/quando-o-aviao-virou-arma/
      https://en.wikipedia.org/wiki/Italo-Turkish_War
      Como foi uma postagem, originalmente, destinada ao Instagram e ao Facebook não deu para aprofundar, mas voltarei ao assunto em breve com mais informações a respeito.
      Na postagem tinha a referência, mas excederam o limite de palavras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.