Início » Artigos » Assalto Aeroterrestre » Operação Tomahawk: Assalto Aeroterrestre na Guerra da Coreia

Operação Tomahawk: Assalto Aeroterrestre na Guerra da Coreia

Prof. Dr. Ricardo Pereira Cabral

Entre 22 e 28 de março de 1951, as Forças das Nações Unidas lutando contra a invasão das forças comunistas da Coreia do Norte lançaram a Operação Tomahawk.

Em 23 de março de 1951, 187º Time de Combate Regimental em Munsan-ni, como parte da Operação Courageous na Guerra da Coréia. A Operação Courageous foi projetada para cercar um grande número de forças do Exército Voluntário do Povo Chinês (EVPC) e do Exército do Povo Coreano (EPC) entre os rios Han e Imjin ao norte de Seul, em frente ao Exército da República da Coreia (ERC) e o 1º Corpo de Exército dos Estados Unidos.

O objetivo da Operação Courageous era que o 1º Corpo, composto pelas 25ª e 3ª Divisões de Infantaria norte-americanas e a 1ª Divisão (ERC), avançasse rapidamente nas posições dos Exército chinês e norte-coreano e chegasse ao Rio Imjin com toda a velocidade possível. A Operação Tomahawk era a outra metade do plano. Esta operação foi projetada para lançar o 187º TCR a cerca de 30 quilômetros ao norte da linha de frente. O assalto aero-terrestre foi executado, em grande resistência e se uniram à Força-Tarefa Growdon, composta de elementos blindados da 24ª Divisão de Infantaria dos EUA, 6º Batalhão de Tanques Médio e elementos de infantaria da 3ª Divisão de Infantaria dos EUA. As forças avançaram para seu objetivo, encontrando fraca resistência porque o EVPC/EPC já haviam recuado.

120 aviões C-119s e C-46, da Força Aérea dos EUA, lançaram 3.437 paraquedistas do 187º Time de Combate Regimental e 12 oficiais e homens da 60ª Ambulância de campo Pára-quedista Indiano perto de Munsan-ni na segunda maior operação aerotransportada da guerra. Foram lançado também 220 toneladas de material atrás das linhas inimigas. O 187º RCT sofreu 4 mortes (3 em combate e 1 em um acidente).

Quer saber mais sobre o EUA no século XX, leia o post sobre Buffalo Rangers: A incorporação de soldados negros às Forças Especiais dos EUAGrumman F-14 Tomcat, você pode navegar por este link, no nome do texto ou pelas categorias do site.

Bibliografia

  • EDWARDS, Paul M. Korean War. The Greenwood Press Daily Life Through History Series. American Soldiers’ Lives. London: Greenwood Press, 2006.
  • SANDLER, Stanley. A Guerra da Coreia. Nem vencedores. Nem vencidos. Rio de Janeiro: Bibliex, 2009.
  • STUECK, William. The Korean War. An International History. Princeton: Princeton University, 1995.

Sites consultados:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *