A FEB e o Campeonato de Futebol na Segunda Guerra Mundial

de

Profº. Esp. Pedro Silva Drummond

Em 1939, teve início uma das maiores guerras que o mundo viu, com a participação de Países de todos os continentes. Algumas dessas Nações entraram no conflito durante os eventos, como foi o caso do Brasil.

O Brasil declarou guerra ao Eixo em agosto de 1942, após navios brasileiros serem afundados pela marinha alemã na costa brasileira. Durante o ano de 1943, foi criado a Força Expedicionária Brasileira (FEB), e no ano seguinte, foram enviados para a Itália, 25.000 homens para o Teatro de Operações no Mediterrâneo.

Na Itália, a FEB integrou-se ao IV Corpo do Exército dos Estados Unidos, que integrava o V Exército dos EUA. Os Aliados tinham como finalidade, libertar a Itália, derrotar os alemães, e impedir o deslocamento das tropas do Eixo para outras regiões da Europa. Dentre esses objetivos, o Brasil cumpriu seu papel, obtendo grandes vitórias na região, como as conquistas de Monte Castelo e Montese e a rendição da tropa alemã em Fornovo di Taro.

No mês de Abril de 1945, poucos dias antes do fim da guerra na Europa, acontecia na Itália, o Campeonato do Mediterrâneo, composto por soldados Aliados na região.

Como preparação para o campeonato, foi realizado no dia 12 de abril de 1945, uma partida de futebol entre integrantes da FEB e militares britânicos, como explica Yuri Casari: “o jornal Sport Ilustrado, do Rio de Janeiro, publicou uma resenha sobre um jogo entre brasileiros da FEB contra um selecionado britânico, lotado na cidade de Florença. Os brasileiros venceram por 6 a 2 diante de um público de mais de dois mil oficiais e soldados. O time brasileiro foi formado por: Bráulio, Mato Grosso, Henrique Torquato “Dunga”, Labatut Silva (Dairla entrou no decorrer do jogo), Juvencio de Souza, Angelo Pesqueira, Walter Guimarães, Geninho, Bidon, Perácio e Walter Fazzoni. Bidon (quatro vezes), Perácio e Walter Guimarães fizeram os gols da vitória.” (Casari, Site Trivela).

Notícia de Jornal sobre a preparação do V Exército para o Campeonato do Mediterrâneo
https://www.instagram.com/p/Cc9RQj4rk3N/?igshid=MDJmNzVkMjY=

Após essa partida foi formada a seleção do V Exército, composta por brasileiros e ingleses, que disputariam o Campeonato. A escalação era composta pelos: “Braúlio Almeida, Dale, Howshall, Furness, Perácio, Clarcke, Henrique Torquato (Dunga) e Walter Fazzoni. Bidon, Collier e Geninho (Ifigênio de Freitas Bahiense).” (V de Vitória) A seleção do V Exército, disputou ainda dois amistosos antes do torneio, “em 21 de abril, contra o 1º Distrito, vitória por 2 a 1, com gols de Perácio e Walter Guimarães, e no dia 28, contra a Sub Área 60, e nova vitória foi conquistada, dessa vez por 5 a 3. Bidon (3 gols), Perácio e Walter Guimarães”. (Casari, Site Trivela).

No dia 02 de maio, teve início o Campeonato do Mediterrâneo, em Arezzo, “o 5º Exército venceu os ingleses do 2º Distrito por 4 a 0, com mais uma tripleta de Bidon e um gol de Geninho. Em 9 de maio, em Ancona, Bidon e Geninho marcaram os gols brasileiros na semifinal, contra um time de ingleses que serviram na Grécia. O jogo terminou em 2 a 2, mesmo após trinta minutos de prorrogação. O jogo-desempate aconteceu no dia seguinte e o 5º Exército venceu por 4 a 1. No dia 13 de maio, a final do torneio foi disputada entre os brasileiros e ingleses do 5º Exército contra os britânicos do 3º Distrito. O jogo aconteceu no Stadio Comunale, o atual Artemio Franchi, em Florença, e teve a presença de aproximadamente 20 mil espectadores. Entre os soldados do 3º Distrito estava Bryn Jones, internacional galês e então jogador do Arsenal. O time dos brasileiros até abriu o placar com Geninho, mas sofreu a virada ainda no primeiro tempo e o placar de 2 a 1 para os britânicos permaneceu até o fim do jogo, ficando o título com os ingleses.” (Casari, Site Trivela).

Estádio Artemio Franchi
https://trivela.com.br/brasil/em-plena-segunda-guerra-mundial-soldados-brasileiros-disputaram-campeonato-na-italia/

As partidas de futebol na Itália ocorriam ainda durante a Segunda Guerra Mundial, no mesmo dia que acontecia o jogo contra a seleção da Sub Área 60, Mussolini era executado, e dois dias depois, Hitler cometia suicídio em Berlim. No dia 09 de maio, enquanto ocorria a semifinal, a Alemanha se rendia aos soviéticos.

O caso de Bryan Jones que integrou o 3º Distrito, e era jogador de futebol, não foi uma situação isolada, diversos esportistas participaram da Segunda Guerra Mundial e outras guerras, como explica Leandro Stein: “Pelo menos 18 atletas de clubes profissionais se juntaram à FEB. Entre eles Geninho, meio-campista do Botafogo apelidado de “arquiteto” por sua visão; o lateral Adelino, que defendeu o Cruzeiro por 17 anos e disputou 430 jogos pelo clube; e o atacante Nino, quatro vezes artilheiro do Campeonato Paranaense pelo Coritiba. Com tanto talento à disposição, era natural que os pracinhas batessem uma bola quando não estavam nas trincheiras.” (Stein, Site Trivela).

Um dos maiores destaques entre esses 18 atletas de futebol, foi do Perácio. Antes de integrar a FEB, o jogador passou por diversos clubes, iniciando a sua carreira no Vila Nova (MG) e posteriormente fez sua carreira no Rio de Janeiro, passando por clubes como Canto do Rio, Botafogo e Flamengo. O auge da sua carreira foi quando o jogador integrou a seleção brasileira para disputa da Copa do Mundo de 1938.

Independente do local que serviu, com maior ou menor risco, o texto analisa a participação de esportistas, especificamente na Segunda Guerra Mundial, e como o futebol conseguiu unir pessoas e países, mesmo em um momento difícil para um campeonato entre os Aliados.

Imagem de Destaque: Seleção V Exército -https://www.facebook.com/vdevitoriabr/photos/a.1659960337358181/2914353045252231/

Bibliografia

– CASARI, Yuri. Em plena Segunda Guerra Mundial, soldados brasileiros disputaram campeonato na Itália. Disponível em: <https://trivela.com.br/brasil/em-plena-segunda-guerra-mundial-soldados-brasileiros-disputaram-campeonato-na-italia/>.

– STEIN, Leandro. O craque brasileiro da Copa de 1938 que também lutou na Segunda Guerra Mundial. Disponível em: <https://trivela.com.br/brasil/o-craque-brasileiro-da-copa-de-1938-que-tambem-lutou-na-segunda-guerra-mundial/>.

– Museu Militar do Forte do Brum. Disponível em: <https://www.instagram.com/p/Cc9RQj4rk3N/?igshid=MDJmNzVkMjY=>.

– V de Vitória. Disponível em: < https://www.facebook.com/vdevitoriabr>. Publicado na página do Facebook em: 30/03/2020

Pedro Silva Drummond

Sobre o autor

Pedro Drummond

Especialização em História Militar pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), Graduação em História (Bacharel e Licenciatura) pela Universidade Gama Filho (UGF), autor de Artigos em História Militar.

Deixe um comentário

Gostou dos artigos e postagens?

Quer escrever no site?

Consulte nossas Regras de Publicação e em seguida envie seu artigo.

Siga-nos nas Redes Sociais